Bragança

Diz a história, que a Expedição de D. Francisco de Souza, depois de atravessar o sul de Minas Gerais, descobriu o Pico do Lopo, nas imediações da atual cidade de Vargem, e ali acampou. Esta é a primeira notícia que se tem de alguém ter pisado em terras bragantinas. Anos depois, em 1725, Bartolomeu Bueno da Silva (o segundo Anhanguera) percorreu a região bragantina e, com a descoberta de ouro no centro do país, aqui ficou sendo passagem obrigatória dos aventureiros das Entradas e Bandeiras, na região de Bragança.

O site de classificados de Bragança Paulista é o Bragança Classificados, tem imóveis, veículos, empregos, serviços e mais. Oferece anúncios grátis e com fotos, fácil de usar e rápido para publicar seu anúncio.

A FUNDAÇÃO

Antônio Pires Pimentel e sua esposa Ignácia da Silva Pimentel, moradores no então Distrito de Atibaia, em cumprimento de uma promessa, constróem uma capela em louvor a Nossa Senhora da Conceição, numa colina, à margem direita do Ribeirão Canivete (hoje, Lavapés, pequeno afluente do Rio Jaguary ). Segundo se tem conhecimento, Antônio Pires Pimentel estava doente e desenganado pêlos médicos. Então, sua esposa fez uma promessa a Nossa Senhora da Conceição pela recuperação do marido, alcançando a graça. Em agradecimento, o casal construiu a capela no alto da colina para venerar a santa. E aquele local, a partir de então, começou a servir de passagem e descanso para tropeiros. E começaram a surgir, ao redor da capela, ranchos e barracas. Assim teve inicio o pequeno povoado que recebeu o nome de Conceição do Jaguary e que tem como data de fundação o dia 15 de dezembro de 1763.

Visite em Presidente Prudente o site com informações sobra a cidade ou o site de classificados em Presidente Prudente.
Já a cidade de Taubaté, fica a uns 140Km de bragança, e bem perto de Ubatuba. Taubaté tem umas das serras mais íngremes para descer pra praia, mas é uma alternativa a serra de caraguá, que vai de São José dos Campos ao litoral norte de São Paulo.
EMANCIPAÇÃO
Em 13 de fevereiro de 1765, o povoado é reconhecido e recebe o nome de Distrito de Paz e Freguesia de Conceição do Jaguary. Quatro dias depois, Conceição do Jaguary recebe seu primeiro Vigário e é elevada a Paróquia. Em 17 de outubro de 1797, desliga-se de Atibaia e recebe o nome de Vila Nova Bragança, nome esse ligado à tradição portuguesa, cuja dinastia durante séculos governou Portugal e o Brasil. Em 20 de abril de 1856, passa a denominar-se Bragança. Três anos depois, são anexados a ela mais quatro municípios: Pedra Bela, Pinhalzinho, Vargem e Tuiuti. Em 30 de novembro de 1944, para diferenciar-se da cidade do Pará que tinha o mesmo nome, passou a chamar-se Bragança Paulista. E em virtude de seu excelente clima, em 28 de outubro de 1964, foi elevada à categoria de Estância Climática. Em 24 de fevereiro de 1964, perde parte de seu território, com o desmembramento dos distritos de Vargem, Pinhalzinho e Pedra Bela. Em 17 de abril de 1970, Vargem é reintegrado ao território bragantino. E em 30 de dezembro de 1991, novamente Vargem e também Tuiuti separam-se de Bragança.

Visite também São José do Rio Preto .org, site de informações sobre Rio Preto.

A ORIGEM DO NOME - Bragança

Diz a história, que o nome pode estar atribuído a um português, com o nome de Bragança, que era dono de um rancho para tropeiros, com pastos de aluguel, no bairro do Canivete, em fins do século XVIII. Mas nenhum documento revela ter existido esse tal português.
Oficialmente, data de 28 de novembro de 1797 o edital da criação da “Villa Nova Bragança”. O nome escolhido foi provavelmente em homenagem à Casa de Bragança, dinarquia reinante em Portugal desde 1640. A denominação NOVA Bragança, evocava a velha Bragança situada em Portugal, próxima do pequeno rio Fervença, a 12 quilômetros da fronteira espanhola.

BRAGANÇA PORTUGUESA

A Bragança portuguesa crescera junto das ruínas da antiga Brigantia, em Portugal. Nos tempos dos romanos já era uma povoação muito importante. Durante as contínuas guerras dos cristãos e árabes, ela foi tomada e saqueada muitas vezes. Pôr isso, o nome Bragança era caro à alma portuguesa, como símbolo de tradição e bravura. Aqui no Brasil, depois da criação da Nova Bragança (em São Paulo) em 1797, D Pedro I eleva também à cidade a então Vila de Fortaleza, em 1823 (hoje capital do Estado do Ceará), dando-lhe o nome de Cidade da Fortaleza de Nova Bragança. Ainda outra cidade com a mesma denominação surgiria na então província do Pará. Somente em 1944, a nossa cidade passar a chamar-se Bragança Paulista, para diferenciar-se daquela cidade paraense.

Também o nome Bragança pode ser encontrado nos seguintes lugares : 1) Bragança - rio do Estado do Espírito Santo, afluente da margem direita do Santa Maria; 2) Bragança - baixio situado no oceano a 60 milhas da baía de Guajará, no Estado do Pará; 3) Bragança - ilha do Estado do Pará, entre o Atlântico e a foz do Amazonas, no município de Macapá; e finalmente 4) Bragança – cidade do Estado do Pará, situada à margem esquerda do rio Caetê.

BRAZÃO DE ARMAS

Instituído a 25 de agosto de 1956, o Brazão de Armas de Bragança Paulista, de formato português, redondo, cortado e tripartido, encimado pela coroa mural privativa da municipalidade, também chamada Torre Municipalista. Tem os seguintes significados:
No primeiro canto, à esquerda, o Brazão de Armas da família Pires Pimentel, verde, com cinco vieiras de prata, em santor; bordadura de prata, carregada com oito cruzes póteas de vermelho. Homenagem aos fundadores da cidade Antônio Pires Pimentel e sua esposa Ignácia da Silva Pires Pimentel.
No segundo canto, à direita, o Brazão de Armas da Casa Real de Bragança (Portugal), cor de prata com aspas de vermelho, carregado com cinco escudetes de Portugal Antigo. Homenagem a D. João VI, da Casa Real de Portugal, família de Bragança, em cuja honra nossa cidade tomou o nome que hoje ostenta.
No terceiro, em baixo, de ouro, uma flôr-de-liz azul, homenagem à Nossa Senhora da Conceição, padroeira da cidade (origem do nome Conceição do Jaguary ), denotando a vocação cristã do município.
Aguado de prata, lembrando que Bragança nasceu à margem do Rio Jaguary
Dois ramos de café frutados ao natural, lembrando que a produção principal do município é a lavoura, calcada na cultura do café.
Listel de prata, com as letras : Ad Altiora, como lema. Define a índole própria do povo bragantino, com vocação marcada para as coisas mais altas, o que caracteriza seu esforço para a conquista do futuro, no aprimoramento de sua fé e do seu amor ao trabalho.

O Site de classificados de Sorocaba é o SorocabaClassificados.com.br, e para mais informações sobre a cidade natal de Monteiro Lobato, visite Sorocaba, uma cidade encantadora que não para de crescer.

HISTÓRIAS BRAGANTINAS
(por J R Vasconcellos)


ÁGUA DA BIQUINHA

A água da biquinha constituiu-se num precioso patrimônio cultural da cidade. Tornou-se uma lenda. Dizia a tradição: “ quem bebe d´água dessas fontes, não vai mais embora”. Essas fontes, por dois séculos, acompanharam a vida da cidade. Infelizmente algumas foram extintas nas últimas décadas. Ficavam nos mais modestos recantos da cidade. A mais antiga e tradicional (chamada de Chafariz Vermelho), situava-se na parte baixa da Travessa Riachuelo (perto do pontilhão da linha do trem que ali existiu). Esta biquinha foi soterrada na metade dos anos 50, quando do calçamento da então Avenida Circular (hoje Av Jose Gomes Rocha Leal). Outra biquinha havia na parte baixa da Rua da Liberdade, vinda da nascente encontrada na formação do loteamento Jardim Primavera (era a fonte mais bem cuidada e bonita). Havia também uma no final da Rua Jose Domingues e outra no final da Av Antonio P Pimentel (ambas no bairro do Taboão e, curiosamente, dentro de postos de gasolina). Uma outra à beira da Variante do Taboão, defronte ao Lago; outra no início da Av Eusébio Savaio (no Lavapés). Essas foram as mais famosas e conhecidas, as quais pôr vezes socorriam a população na falta de água encanada. Naquela época, os bares da cidade anunciavam: “Café feito com água da fonte”

SETE COLINAS – CIDADE POESIA

Bragança situa-se entre sete colinas, sombreando os vales e valorizando a expressão “cidade poesia”. Em cada colina ergue-se uma igreja: São Francisco, no bairro de Santa Libânia; igreja Coração Imaculado de Maria, na Vila Maria; igreja de Santa Terezinha, no bairro de Santa Terezinha; igreja de N S Aparecida, na Vila Aparecida; igreja de Santa Luzia, no bairro Santa Luzia; a capela de São José, no bairro do Taboão; e por fim, a colina principal, onde ficam as igrejas Catedral e a do Rosário.
Muita gente procura sobre o terminal rodoviário do Rio de Janeiro, a rodoviária Novo Rio, grande ponto de conexão entre cidades e estados do nosso Brasil.
TERRA DA LINGUIÇA

Segundo o historiador José Roberto Vasconcellos, uma italiana, de nome Palmira Boldrini, em 1911, iniciou a comercialização de uma lingüiça, tipo caseira, feita de pernil de porco, a qual ficou conhecida na época como “ lingüiça da Dona Palmira de Bragança”. Nas décadas de 20 e 30, viajantes bragantinos levavam o produto para outras cidades sob encomenda ou para presentear os amigos. Eram os Calzavarra, Bertolaccini, Maffei, Rossi, Magrini, Lossaso, Titanegro, Vergili, Sabella, Centini, Januzzi e outros. E a fama da lingüiça cresceu. Bragança era um dos maiores centros de porqueiros do estado. Em sua casa, na Praça José Bonifácio, 8, Dona Palmira preparava a lingüiça que chegava às repartições públicas da cidade de São Paulo. Vendedores percorriam a região bragantina, com suas camionetas ou furgões, levando a lingüiça da terra. Vários comerciantes se enriqueceram com essa prática. Ainda hoje, diversos são os estabelecimentos que comercializam e é grande a procura dos visitantes. Nos restaurantes, nos bares, nos açougues e até mesmo à margem das rodovias de acesso a cidade, a famosa “Lingüiça de Bragança” pode ser encontrada.

A represa em Bragança

A represa em Bragança

Empregos, veículos e imóveis

Uma maneira prática para encontrar empregos em Bragança Paulista ou um profissional capacitado e visitar o Bragança Classificados. Além de trabalhos você encontra veículos, imóveis e muito mais. Anúncios gratuitos e com fotos, confira.

Segue alguns links para outros sites da bragança:

Bragança Classificados - Bragança
FEBRACON - Feira da Construção de Bragança e região
Prefeitura Municipal - www.braganca.sp.gov.br
Universidade São Francisco.- www.saofrancisco.edu.br/
RM3 - Produtora de Vídeo em Bragança Paulista
Labac - Laboratório de Análises Clínicas

Para encontrar outro websites em braganca, use Google.com

Google

E pra quem quer vir morar ou estudar nos Estados Unidos: A Vida Na América


Designed by Simple Cool Internet Solutions - Real Estate Websites
Other sites by Simple Cool: Carlsbad Real Estate - La Jolla Real Estate - Bragança Classificados - Photo San Diego
- Photography San Diego - Wedding photography San Diego - San Diego Wedding Photographer - Pintura em Aerografia - Headshots San Diego - Hospedagem de Websites - Carlsbad San Diego - Lil Wayne
Copyright © 2002 - 2006. NaCalifa.com™ - O site da comunidade brasileira em San Diego - All Rights Reserved